Proteção necessária

Em recente reportagem lida no Jornal Zero Hora, o assunto abordado pela jornalista Marina Goulart me chamou a atenção. Ela abordou as mudanças provocadas pelo uso cada vez mais intenso de tablets e smartphones.

Como vantagens, pode-se citar o compartilhamento contínuo de informações, como fotos, notícias, textos, e a comodidade gerada pelo uso destes equipamentos.

Porém, quando o assunto envolve dados empresariais, o uso destes aparelhos por parte dos colaboradores requer alguns cuidados. Em muitos casos, dados empresariais podem ser acessados de diferentes dispositivos móveis (não necessariamente os citados no primeiro parágrafo). Cria-se um desafio para as empresas no sentido de proteger seus arquivos em diferentes plataformas.

Antes de mais nada, sempre que possível é interessante contar com o auxílio de profissional da área de TI, para orientação aos colaboradores sobre a importância da segurança das informações. Fazer uso do conhecimento técnico destes profissionais pode auxiliar a encontrar pontos vulneráveis que poderiam passar despercebidos.

Criação de mecanismos que limitem ou restrinjam acessos aos dados também são alternativas de proteção. Pode-se ainda adotar manuais de orientação e normas aos colaboradores, enfatizando e deixando clara a política de segurança das informações da empresa.

Registrar o conhecimento da política de segurança, por parte do colaborador, é igualmente importante. Uma forma é utilizando formulário padronizado, onde o profissional registrará ser conhecedor do sigilo de dados empresariais. Da mesma forma como sugerido sobre a opinião de profissional de TI, sugere-se contar com a opinião de profissional da área de Direito, evitando ou minimizando problemas jurídicos.

O assunto é bastante amplo e aqui foram apresentadas algumas alternativas. Mas a orientação é que as empresas tenham a preocupação em proteger seus dados. A tecnologia apresenta constantemente novidades, que trazem consigo vantagens e desvantagens. O investimento e a preocupação com a segurança dos dados empresariais deve fazer parte das estratégias das organizações.

Anúncios

Compartilhando conhecimento e informação

Quando surgiu a ideia de que eu fosse um dos colunistas do blog “Opinião Digital”, não tive dúvidas em aceitar.

Um dos motivos que me levaram a topar o desafio foi a possibilidade de compartilhar conhecimentos. Digo compartilhar porque entendo a iniciativa do blog como uma “via de mão dupla”: enquanto repasso meu conhecimento, abro uma porta para que os leitores também o façam, num caminho inverso.

Como administrador de empresas, tenho contato com profissionais de diferentes áreas de atuação, como por exemplo o analista de sistemas Lucas Schnorr, idealizador do Opinião Digital. Dito isto, acredito existirem muitas vantagens nesta proximidade com outros profissionais, devido ao fluxo de informações. Defendo, sempre que possível, a multidisciplinariedade das equipes, onde diferentes linhas de formação poderão convergir integradas para os objetivos da organização, desde que, obviamente, existam planejamento e diretrizes bem definidos. Desta forma, o fato do blog contar com profissionais de formações distintas também foi um ponto considerado para que eu aceitasse o convite.

Em minha coluna, além de compartilhar experiências e conhecimentos, pretendo dividir sugestões de leitura, eventos, links interessantes, blog de outros profissionais e assuntos variados ligados a área de administração e marketing.

Espero que apreciem a leitura. Até a próxima oportunidade.